...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

TRT-Solidário beneficia municípios do Espírito Santo

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais isenta profissionais habilitados que prestam serviço voluntário nas localidades atingidas por enchentes

A diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) emitiu resolução ad referendum que beneficia profissionais que prestam serviço voluntário nos municípios de Mimoso do Sul e São José do Calçado. A normativa isenta os técnicos habilitados no Sistema CFT/CRTs do pagamento da taxa para emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), desde que a elaboração de estudos ou prestação de serviços ocorra sem a cobrança de honorários.

A Resolução Ad Referendum nº 18 entrou em vigor nesta sexta-feira (3) e deverá ser apreciada na próxima sessão plenária da autarquia federal. A validade da mesma fica condicionada à manutenção dos decretos que declararam o estado de emergência nos dois municípios atingidas por enchentes no estado do Espírito Santo.

O presidente do CFT, Solomar Rockembach, destaca que a resolução foi emitida levando em consideração a missão do conselho de classe de zelar pela proteção da sociedade, em consonância com o valor da responsabilidade social. “O TRT-Solidário permite ao profissional atuar na recuperação destas cidades, seja nas áreas de infraestrutura, energia, telecomunicações, e diversas outras. O profissional técnico industrial está sempre preparado para oferecer um serviço de excelência, em especial numa situação de necessidade como esta”, completa Rockembach.

Sobre os municípios

Mimoso do Sul e São José do Calçado decretaram situação de emergência no dia 26 de janeiro, depois que as fortes chuvas trouxeram muitos prejuízos aos moradores das áreas urbana e rural. Estradas ficaram prejudicadas, houve queda de 350 barreiras e 13 pontes foram arrancadas pela força da água. Além disso, mais de quatro mil pessoas ficaram fora de casa devido à enchente.

Apesar de estarem isentos do pagamento para serviços realizados nos dois municípios, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES) alerta que é necessário emitir o TRT normalmente, através do site da autarquia (www.crtes.gov.br). Por estarem amparados pela Resolução do CFT, o valor do documento é zero. A fiscalização compete ao Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES).

Últimas notícias

Plenário do CFT homologa resultado das eleições suplementares do CRT-03

Reunião deliberativa virtual do colegiado máximo do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) confirma resultado da eleição da nova diretoria executiva e conselheiros regionais do…
Ler mais...

CFT reforça compromisso com a fiscalização orientativa e educativa

Presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) ressaltou a importância da atividade finalística do conselho de classe em pronunciamento na abertura do Seminário de…
Ler mais...

Parcerias estratégicas que beneficiam técnicos industriais são tema de reunião 

Lideranças do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) e do regional da 3ª região (CRT-03) dialogaram com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e…
Ler mais...

TRT-Solidário beneficia municípios do Espírito Santo

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais isenta profissionais habilitados que prestam serviço voluntário nas localidades atingidas por enchentes

A diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) emitiu resolução ad referendum que beneficia profissionais que prestam serviço voluntário nos municípios de Mimoso do Sul e São José do Calçado. A normativa isenta os técnicos habilitados no Sistema CFT/CRTs do pagamento da taxa para emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), desde que a elaboração de estudos ou prestação de serviços ocorra sem a cobrança de honorários.

A Resolução Ad Referendum nº 18 entrou em vigor nesta sexta-feira (3) e deverá ser apreciada na próxima sessão plenária da autarquia federal. A validade da mesma fica condicionada à manutenção dos decretos que declararam o estado de emergência nos dois municípios atingidas por enchentes no estado do Espírito Santo.

O presidente do CFT, Solomar Rockembach, destaca que a resolução foi emitida levando em consideração a missão do conselho de classe de zelar pela proteção da sociedade, em consonância com o valor da responsabilidade social. “O TRT-Solidário permite ao profissional atuar na recuperação destas cidades, seja nas áreas de infraestrutura, energia, telecomunicações, e diversas outras. O profissional técnico industrial está sempre preparado para oferecer um serviço de excelência, em especial numa situação de necessidade como esta”, completa Rockembach.

Sobre os municípios

Mimoso do Sul e São José do Calçado decretaram situação de emergência no dia 26 de janeiro, depois que as fortes chuvas trouxeram muitos prejuízos aos moradores das áreas urbana e rural. Estradas ficaram prejudicadas, houve queda de 350 barreiras e 13 pontes foram arrancadas pela força da água. Além disso, mais de quatro mil pessoas ficaram fora de casa devido à enchente.

Apesar de estarem isentos do pagamento para serviços realizados nos dois municípios, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES) alerta que é necessário emitir o TRT normalmente, através do site da autarquia (www.crtes.gov.br). Por estarem amparados pela Resolução do CFT, o valor do documento é zero. A fiscalização compete ao Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES).