...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Técnicos em reciclagem têm atribuições definidas pelo CFT

Resolução aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais esclarece ainda as prerrogativas, os campos de atuação nas áreas pública e privada, além de regular a emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).

O Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) aprovou resolução que define as atribuições do Técnico Industrial em Reciclagem. A proposta da diretoria executiva da autarquia federal foi apreciada na 23ª sessão deliberativa realizada entre os dias 19, 20, 21 de janeiro, em Brasília. O texto da Resolução nº177 – publicada nesta terça-feira (25) – esclarece ainda as prerrogativas, os campos de atuação nas áreas pública e privada, além de regular a emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).

Atribuições e competências

Entre as atribuições e competências do Técnico Industrial em Reciclagem estão a produção de estudos e o gerenciamento de projetos ligados aos setores ambientais, sociais, econômicos, tecnológicos, de saúde e educação. A prestação de serviços de assistência técnica em projetos compatíveis com a formação, emissão de laudos e a elaboração de manuais de boas práticas, também estão previstos na resolução.

Reconhecimento e valorização

A diretoria executiva destaca que a resolução do CFT coloca em evidência os profissionais técnicos que estão qualificados e habilitados para o exercício profissional em uma área que impacta no meio ambiente, na economia e na vida das pessoas.

Como esta resolução do CFT o Técnico Industrial em Reciclagem poderá elaborar e executar projetos de reciclagem, atestar sua responsabilidade técnica por meio da emissão do TRT e ser reconhecido e valorizado no âmbito de uma das profissões técnicas que mais cresce no Brasil.

Atribuições

  • Produzir e gerenciar informações sobre os resíduos recicláveis como alternativa sustentável e socioeconômica;
  • Atuar na elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS);
  • Participar da seleção, manejo, tratamento e reciclagem de materiais diversos como vidro, plástico, papel, metal e outros, observando as normas de preservação ambiental;
  • Fomentar os processos de coleta seletiva e a logística reversa;
  • Organizar e executar projetos de capacitação em reciclagem de resíduos;
  • Identificar tecnologias e as repassar para organizações de catadores;
  • Planejar e organizar a inclusão das organizações de catadores nos sistemas de gestão integrada dos resíduos sólidos dos municípios;
  • Planejar e executar ações de economia solidária, educação e políticas ambientais;
  • Identificar os diversos tipos de materiais recicláveis e os equipamentos necessários ao processo de reciclagem;
  • Integrar ações da saúde do trabalhador com saúde ambiental;
  • Realizar a triagem, o enfardamento, o armazenamento e a comercialização dos resíduos;
  • Organizar processos de trabalho em centro de triagem;
  • Aplicar as normas técnicas relativas aos respectivos processos de trabalho relacionadas à qualidade, segurança, meio ambiente e saúde;
  • Emitir laudos técnicos e fazer vistorias dentro de suas atribuições;
  • Elaborar manuais de boas práticas;
  • Ministrar disciplinas técnicas de sua especialidade.

 

Campos de atuação

  • Gerenciar, supervisionar, conduzir, dirigir, inspecionar, projetar, planejar e executar os trabalhos de sua especialidade;
  • Prestar assistência técnica no estudo e desenvolvimento de projeto e pesquisa tecnológica;
  •  Responsabilizar-se pela coordenação, planejamento, programação e supervisão da execução de serviços técnicos;
  • Atuar na elaboração e execução de projetos compatíveis com sua formação.

Últimas notícias

Fiscalização apresenta resultados das avaliações de conformidade

Indicadores das atividades de equipes de fiscalização dos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs relativos ao ano de 2023, colhidos durante as visitas de…
Ler mais...

CFT prestigia posse no Conselho Federal de Contabilidade

Diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) participou da solenidade prestigiada por deputados, senadores, representantes do Governo Federal, Governo do Distrito Federal, Tribunal…
Ler mais...

CFT aprimora Plano Nacional de Fiscalização Integrada

Normativa aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) modifica a resolução nº 190/2022 para aperfeiçoar as diretrizes de planejamento e execução da…
Ler mais...

Técnicos em reciclagem têm atribuições definidas pelo CFT

Resolução aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais esclarece ainda as prerrogativas, os campos de atuação nas áreas pública e privada, além de regular a emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).

O Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) aprovou resolução que define as atribuições do Técnico Industrial em Reciclagem. A proposta da diretoria executiva da autarquia federal foi apreciada na 23ª sessão deliberativa realizada entre os dias 19, 20, 21 de janeiro, em Brasília. O texto da Resolução nº177 – publicada nesta terça-feira (25) – esclarece ainda as prerrogativas, os campos de atuação nas áreas pública e privada, além de regular a emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).

Atribuições e competências

Entre as atribuições e competências do Técnico Industrial em Reciclagem estão a produção de estudos e o gerenciamento de projetos ligados aos setores ambientais, sociais, econômicos, tecnológicos, de saúde e educação. A prestação de serviços de assistência técnica em projetos compatíveis com a formação, emissão de laudos e a elaboração de manuais de boas práticas, também estão previstos na resolução.

Reconhecimento e valorização

A diretoria executiva destaca que a resolução do CFT coloca em evidência os profissionais técnicos que estão qualificados e habilitados para o exercício profissional em uma área que impacta no meio ambiente, na economia e na vida das pessoas.

Como esta resolução do CFT o Técnico Industrial em Reciclagem poderá elaborar e executar projetos de reciclagem, atestar sua responsabilidade técnica por meio da emissão do TRT e ser reconhecido e valorizado no âmbito de uma das profissões técnicas que mais cresce no Brasil.

Atribuições

  • Produzir e gerenciar informações sobre os resíduos recicláveis como alternativa sustentável e socioeconômica;
  • Atuar na elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS);
  • Participar da seleção, manejo, tratamento e reciclagem de materiais diversos como vidro, plástico, papel, metal e outros, observando as normas de preservação ambiental;
  • Fomentar os processos de coleta seletiva e a logística reversa;
  • Organizar e executar projetos de capacitação em reciclagem de resíduos;
  • Identificar tecnologias e as repassar para organizações de catadores;
  • Planejar e organizar a inclusão das organizações de catadores nos sistemas de gestão integrada dos resíduos sólidos dos municípios;
  • Planejar e executar ações de economia solidária, educação e políticas ambientais;
  • Identificar os diversos tipos de materiais recicláveis e os equipamentos necessários ao processo de reciclagem;
  • Integrar ações da saúde do trabalhador com saúde ambiental;
  • Realizar a triagem, o enfardamento, o armazenamento e a comercialização dos resíduos;
  • Organizar processos de trabalho em centro de triagem;
  • Aplicar as normas técnicas relativas aos respectivos processos de trabalho relacionadas à qualidade, segurança, meio ambiente e saúde;
  • Emitir laudos técnicos e fazer vistorias dentro de suas atribuições;
  • Elaborar manuais de boas práticas;
  • Ministrar disciplinas técnicas de sua especialidade.

 

Campos de atuação

  • Gerenciar, supervisionar, conduzir, dirigir, inspecionar, projetar, planejar e executar os trabalhos de sua especialidade;
  • Prestar assistência técnica no estudo e desenvolvimento de projeto e pesquisa tecnológica;
  •  Responsabilizar-se pela coordenação, planejamento, programação e supervisão da execução de serviços técnicos;
  • Atuar na elaboração e execução de projetos compatíveis com sua formação.