...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários têm atribuições definidas pelo CFT

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) estabelece, ainda, os campos de atuação e as prerrogativas dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs responsáveis pela elaboração de estudos, execução de projetos e prestação de serviços de manutenção em veículos e equipamentos utilizados no transporte de pessoas em cidades e regiões metropolitanas.

Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários dispõem de resolução do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT). A normativa, aprovada na quinta-feira (24/08), durante a 32ª Sessão Plenária da autarquia federal, define atribuições, campos de atuação e prerrogativas dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs. A nova resolução entra em vigor após ser publicada no Diário Oficial da União (DOU).

No exercício legal da profissão, Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários, poderão elaborar estudos, executar projetos e prestar serviços de manutenção em veículos e equipamentos utilizados no transporte de pessoas em cidades e regiões metropolitanas. Entre as atribuições desta modalidade está o planejamento, o controle e a execução das10 atividades de manutenção preventiva, preditiva e corretiva em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias.

A resolução assegura aos profissionais a prerrogativa de atuar como perito perante a órgãos públicos e ao setor privado, elaborar manuais técnicos e de boas práticas, emitir laudo técnico e ministrar disciplinas em sua especialidade, assim como realizar medições e calibrações em equipamentos e projetar cabeamentos de rede lógica.

Na realização de estudos, execução de projetos e prestação de serviços o profissional habilitado deverá emitir o Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).

Palavra do presidente

O presidente do CFT destaca que, ao normatizar a profissão dos Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários, o CFT promove a valorização da categoria e oferece proteção à sociedade. Ao lado do vice presidente, Ricardo Nerbas, e dos diretores Valdivino Alves de Carvalho (Administrativo), José Carlos Coutinho(Financeiro) e Bernardino José Gomes (Fiscalização e Normas),  Rockembach afirma que o trabalho ético e eficiente desenvolvido por técnicos industriais habilitados no Sistema CFT/CRTs é indispensável à segurança e ao bom funcionamento do sistema de transporte de pessoas em diversas regiões do Brasil.

Atribuições

  • Planejar, controlar e executar atividades relativas à manutenção mecânica nos níveis preventivos, preditivos e corretivos em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Planejar, controlar e executar a fabricação e a montagem de peças em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Realizar reformas, testes de comissionamento e de performance em equipamentos metroferroviários;
  • Especificar equipamentos e insumos para processos de manutenção metroferroviário, atendendo às normas e aos padrões técnicos de qualidade, saúde e segurança e de meio ambiente;
  • Realizar medições, testes, calibrações e comissionamento de equipamentos eletrônicos empregados em locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Projetar e executar cabeamento de rede lógica;
  • Executar circuitos de instrumentação industrial;
  • Instalar e configurar equipamentos e/ou instrumentos destinados à automação de locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Atuar na manutenção dos sistemas automatizados em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias, atendendo às normas e aos padrões técnicos de qualidade, saúde e segurança e de meio ambiente;
  • Reconhecer as tecnologias empregadas nos sistemas de sinalização em malhas metroferroviárias;
  • Prestar serviços de apoio ao usuário e supervisionar equipe de trabalho;
  • Coletar, gerenciar e analisar base de dados;
  • Aplicar as normas técnicas relativas aos respectivos processos de trabalho relacionadas à qualidade, segurança, meio ambiente e saúde;
  • Elaborar manuais técnicos e de boas práticas;
  • Ministrar disciplinas técnicas de sua especialidade;
  • Emitir laudos técnicos e fazer vistorias dentro de suas atribuições técnicas;
  • Operar máquinas e equipamentos dentro de sua especialidade;
  • Responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos compatíveis com a respectiva formação profissional.

Campos de Atuação10

  • Gerenciar, supervisionar, conduzir, projetar, dirigir, coordenar, fiscalizar, inspecionar, planejar e executar os trabalhos de sua especialidade;
  • Prestar assistência técnica no estudo e desenvolvimento de pesquisa tecnológica;
  • Responsabilizar-se pela coordenação, planejamento, programação e supervisão da execução de serviços técnicos e de manutenção de equipamentos elétricos, mecânicos, eletromecânicos e instalações elétricas dos sistemas metroferroviários;
  • Dar assistência técnica na compra, venda e utilização de produtos e equipamentos especializados;
  • Atuar na elaboração e execução de projetos.

Últimas notícias

Fiscalização apresenta resultados das avaliações de conformidade

Indicadores das atividades de equipes de fiscalização dos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs relativos ao ano de 2023, colhidos durante as visitas de…
Ler mais...

CFT prestigia posse no Conselho Federal de Contabilidade

Diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) participou da solenidade prestigiada por deputados, senadores, representantes do Governo Federal, Governo do Distrito Federal, Tribunal…
Ler mais...

CFT aprimora Plano Nacional de Fiscalização Integrada

Normativa aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) modifica a resolução nº 190/2022 para aperfeiçoar as diretrizes de planejamento e execução da…
Ler mais...

Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários têm atribuições definidas pelo CFT

Normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) estabelece, ainda, os campos de atuação e as prerrogativas dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs responsáveis pela elaboração de estudos, execução de projetos e prestação de serviços de manutenção em veículos e equipamentos utilizados no transporte de pessoas em cidades e regiões metropolitanas.

Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários dispõem de resolução do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT). A normativa, aprovada na quinta-feira (24/08), durante a 32ª Sessão Plenária da autarquia federal, define atribuições, campos de atuação e prerrogativas dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs. A nova resolução entra em vigor após ser publicada no Diário Oficial da União (DOU).

No exercício legal da profissão, Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários, poderão elaborar estudos, executar projetos e prestar serviços de manutenção em veículos e equipamentos utilizados no transporte de pessoas em cidades e regiões metropolitanas. Entre as atribuições desta modalidade está o planejamento, o controle e a execução das10 atividades de manutenção preventiva, preditiva e corretiva em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias.

A resolução assegura aos profissionais a prerrogativa de atuar como perito perante a órgãos públicos e ao setor privado, elaborar manuais técnicos e de boas práticas, emitir laudo técnico e ministrar disciplinas em sua especialidade, assim como realizar medições e calibrações em equipamentos e projetar cabeamentos de rede lógica.

Na realização de estudos, execução de projetos e prestação de serviços o profissional habilitado deverá emitir o Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).

Palavra do presidente

O presidente do CFT destaca que, ao normatizar a profissão dos Técnicos em Manutenção de Sistemas Metroferroviários, o CFT promove a valorização da categoria e oferece proteção à sociedade. Ao lado do vice presidente, Ricardo Nerbas, e dos diretores Valdivino Alves de Carvalho (Administrativo), José Carlos Coutinho(Financeiro) e Bernardino José Gomes (Fiscalização e Normas),  Rockembach afirma que o trabalho ético e eficiente desenvolvido por técnicos industriais habilitados no Sistema CFT/CRTs é indispensável à segurança e ao bom funcionamento do sistema de transporte de pessoas em diversas regiões do Brasil.

Atribuições

  • Planejar, controlar e executar atividades relativas à manutenção mecânica nos níveis preventivos, preditivos e corretivos em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Planejar, controlar e executar a fabricação e a montagem de peças em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Realizar reformas, testes de comissionamento e de performance em equipamentos metroferroviários;
  • Especificar equipamentos e insumos para processos de manutenção metroferroviário, atendendo às normas e aos padrões técnicos de qualidade, saúde e segurança e de meio ambiente;
  • Realizar medições, testes, calibrações e comissionamento de equipamentos eletrônicos empregados em locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Projetar e executar cabeamento de rede lógica;
  • Executar circuitos de instrumentação industrial;
  • Instalar e configurar equipamentos e/ou instrumentos destinados à automação de locomotivas e máquinas metroferroviárias;
  • Atuar na manutenção dos sistemas automatizados em componentes de vagões, locomotivas e máquinas metroferroviárias, atendendo às normas e aos padrões técnicos de qualidade, saúde e segurança e de meio ambiente;
  • Reconhecer as tecnologias empregadas nos sistemas de sinalização em malhas metroferroviárias;
  • Prestar serviços de apoio ao usuário e supervisionar equipe de trabalho;
  • Coletar, gerenciar e analisar base de dados;
  • Aplicar as normas técnicas relativas aos respectivos processos de trabalho relacionadas à qualidade, segurança, meio ambiente e saúde;
  • Elaborar manuais técnicos e de boas práticas;
  • Ministrar disciplinas técnicas de sua especialidade;
  • Emitir laudos técnicos e fazer vistorias dentro de suas atribuições técnicas;
  • Operar máquinas e equipamentos dentro de sua especialidade;
  • Responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos compatíveis com a respectiva formação profissional.

Campos de Atuação10

  • Gerenciar, supervisionar, conduzir, projetar, dirigir, coordenar, fiscalizar, inspecionar, planejar e executar os trabalhos de sua especialidade;
  • Prestar assistência técnica no estudo e desenvolvimento de pesquisa tecnológica;
  • Responsabilizar-se pela coordenação, planejamento, programação e supervisão da execução de serviços técnicos e de manutenção de equipamentos elétricos, mecânicos, eletromecânicos e instalações elétricas dos sistemas metroferroviários;
  • Dar assistência técnica na compra, venda e utilização de produtos e equipamentos especializados;
  • Atuar na elaboração e execução de projetos.