...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Publicada Resolução dos Técnicos em Soldagem

Por Daniela Santiago

  • 26 de agosto de 2020

Por meio da Resolução nº 107, CFT normatiza atribuições profissionais dos técnicos e técnicas em soldagem

CFT publica resolução com atribuições dos técnicos da modalidade de soldagem. Tal documento foi aprovado na XIV Sessão Plenária, promovida em 12 de agosto via videoconferência, em conformidade com o isolamento social vigente – cujo vídeo está disponível no Canal CFT Brasil, no Youtube.

Dentre as atribuições descritas na resolução estão responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos; orientar e coordenar equipes de execução de instalações, montagens, operação, reparos ou manutenção de ambientes de serviços – assim como conduzir, dirigir, executar e inspecionar os trabalhos de sua especialidade; orientar, coordenar, inspecionar a qualquer nível a manutenção de equipamentos e instalações. A publicação também garante a prerrogativa de responsabilizar-se tecnicamente por empresas de qualquer porte, cujos objetivos sociais sejam condizentes com as atribuições dispostas na Resolução.

Segundo Wellington Neves, técnico em soldagem formado pelo SENAI com mais de 15 anos de profissão, a notícia da publicação foi amplamente celebrada pelos técnicos e técnicas. “A Resolução dos Técnicos em Soldagem significa justiça sendo feita. Durante 16 anos a minha turma e muitas outras aguardaram um devido reconhecimento das atribuições de um Técnico em Soldagem, que são bem amplas. Tendo destaque, a nossa qualificação para a área de Inspeção de Soldagem, área mais procurada pelos técnicos. Essa possibilidade gera uma enorme expectativa de maior valorização profissional, empregabilidade e o sentimento de conquista de dignidade profissional”, afirma o técnico do Rio de Janeiro em entrevista ao CFT.

Ao ser perguntado sobre um potencial impacto da resolução no mercado, Wellington é enfático: “para as empresas será uma grande vantagem possuir em seu quadro um profissional específico qualificado para a área técnica de soldagem, não exigindo certificações que acabam sendo redundantes, onerosas e burocráticas”.

O CFT disponibiliza a Resolução nº 107 em seu site e Portal da Transparência. Leia na íntegra aqui.

Assista ao vídeo da entrevista com o Técnico em Soldagem Wellington Neves:

Últimas notícias

CFT e CNM estudam parceria em prol de maior divulgação do registro e legislação dos técnicos industriais

CFT e Confederação Nacional dos Municípios tratam de parceria pelo esclarecimento de gestores estaduais acerca do registro e legislação dos técnicos industriais Na quarta-feira (14/10),…
Ler mais...

CFT normatiza atribuições profissionais por meio de novas resoluções

Técnicos em Meio Ambiente, Eletrônica, Estradas e Edificações tem suas atribuições profissionais disciplinadas em novas resoluções do CFT O Conselho Federal dos Técnicos Industriais anuncia…
Ler mais...

XV Sessão Plenária

CFT aprova resoluções acerca de atribuições profissionais dos Técnicos em Meio Ambiente, Técnicos em Edificações, Técnicos em Estradas e Técnicos em Eletrônica Nos dias 07…
Ler mais...

Publicada Resolução dos Técnicos em Soldagem

  • 26 de agosto de 2020

Por meio da Resolução nº 107, CFT normatiza atribuições profissionais dos técnicos e técnicas em soldagem

CFT publica resolução com atribuições dos técnicos da modalidade de soldagem. Tal documento foi aprovado na XIV Sessão Plenária, promovida em 12 de agosto via videoconferência, em conformidade com o isolamento social vigente – cujo vídeo está disponível no Canal CFT Brasil, no Youtube.

Dentre as atribuições descritas na resolução estão responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos; orientar e coordenar equipes de execução de instalações, montagens, operação, reparos ou manutenção de ambientes de serviços – assim como conduzir, dirigir, executar e inspecionar os trabalhos de sua especialidade; orientar, coordenar, inspecionar a qualquer nível a manutenção de equipamentos e instalações. A publicação também garante a prerrogativa de responsabilizar-se tecnicamente por empresas de qualquer porte, cujos objetivos sociais sejam condizentes com as atribuições dispostas na Resolução.

Segundo Wellington Neves, técnico em soldagem formado pelo SENAI com mais de 15 anos de profissão, a notícia da publicação foi amplamente celebrada pelos técnicos e técnicas. “A Resolução dos Técnicos em Soldagem significa justiça sendo feita. Durante 16 anos a minha turma e muitas outras aguardaram um devido reconhecimento das atribuições de um Técnico em Soldagem, que são bem amplas. Tendo destaque, a nossa qualificação para a área de Inspeção de Soldagem, área mais procurada pelos técnicos. Essa possibilidade gera uma enorme expectativa de maior valorização profissional, empregabilidade e o sentimento de conquista de dignidade profissional”, afirma o técnico do Rio de Janeiro em entrevista ao CFT.

Ao ser perguntado sobre um potencial impacto da resolução no mercado, Wellington é enfático: “para as empresas será uma grande vantagem possuir em seu quadro um profissional específico qualificado para a área técnica de soldagem, não exigindo certificações que acabam sendo redundantes, onerosas e burocráticas”.

O CFT disponibiliza a Resolução nº 107 em seu site e Portal da Transparência. Leia na íntegra aqui.

Assista ao vídeo da entrevista com o Técnico em Soldagem Wellington Neves: