Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Por que 8 de março é o Dia Internacional da Mulher?

  • 6 de março de 2020

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o CFT destaca conquistas das mulheres e personagens célebres da história brasileira, tais quais Maria da Penha, Maria Quitéria, Fernanda Montenegro, Tarsila do Amaral, Zilda Arns, Cora Coralina, Nise da Silveira e Marta Vieira (foto).

O Dia da Mulher foi celebrado pela primeira vez em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas.

Em 1910, durante uma Conferência Internacional de Mulheres na Dinamarca, foi aprovada uma resolução por 17 países, para a criação de uma data anual que celebrasse os direitos das mulheres. O intuito era honrar as lutas femininas, e assim, obter apoio para instituir o sufrágio universal em diversos países.

Porém, foi em 8 de março de 1917 que 90 mil operárias na Rússia manifestaram-se contra o Czar Nicolau II pelas más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra – consagrando assim a data, que seria oficializada como Dia Internacional da Mulher apenas em 1921.

Em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 60, os movimentos políticos de mulheres ganharam força e em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher, sendo reconhecido pela ONU em 1977.

Apesar do forte apelo comercial incorporado à data, é válido ressaltar seu real significado: o reconhecimento às conquistas das mulheres – e em especial às técnicas industriais, personagens célebres de uma história de progresso e desenvolvimento nacional.

 

Últimas notícias

Em prol do isolamento social, CFT empreende novas dinâmicas de trabalho

CFT apresenta panorama dos últimos 60 dias de trabalho e elenca ajustes empreendidos em prol da segurança no período de isolamento social Diante do quadro…
Ler mais...

CFT apresenta seu Sistema Gerenciador de Demandas

Novo sistema criado pelo CFT, que visa dinamizar atendimento e comunicação entre o Conselho e CRTs, já está em funcionamento nos 11 Conselhos Regionais Em…
Ler mais...

CFT realiza Sessão Plenária virtual

Como medida de combate ao novo coronavírus, o CFT promove Sessão Plenária nº 012 por videoconferência, onde Diretoria Executiva e Conselheiros Federais votaram resoluções virtualmente…
Ler mais...

Por que 8 de março é o Dia Internacional da Mulher?

  • 6 de março de 2020

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o CFT destaca conquistas das mulheres e personagens célebres da história brasileira, tais quais Maria da Penha, Maria Quitéria, Fernanda Montenegro, Tarsila do Amaral, Zilda Arns, Cora Coralina, Nise da Silveira e Marta Vieira (foto).

O Dia da Mulher foi celebrado pela primeira vez em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas.

Em 1910, durante uma Conferência Internacional de Mulheres na Dinamarca, foi aprovada uma resolução por 17 países, para a criação de uma data anual que celebrasse os direitos das mulheres. O intuito era honrar as lutas femininas, e assim, obter apoio para instituir o sufrágio universal em diversos países.

Porém, foi em 8 de março de 1917 que 90 mil operárias na Rússia manifestaram-se contra o Czar Nicolau II pelas más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra – consagrando assim a data, que seria oficializada como Dia Internacional da Mulher apenas em 1921.

Em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 60, os movimentos políticos de mulheres ganharam força e em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher, sendo reconhecido pela ONU em 1977.

Apesar do forte apelo comercial incorporado à data, é válido ressaltar seu real significado: o reconhecimento às conquistas das mulheres – e em especial às técnicas industriais, personagens célebres de uma história de progresso e desenvolvimento nacional.