Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Por que 8 de março é o Dia Internacional da Mulher?

  • 6 de março de 2020

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o CFT destaca conquistas das mulheres e personagens célebres da história brasileira, tais quais Maria da Penha, Maria Quitéria, Fernanda Montenegro, Tarsila do Amaral, Zilda Arns, Cora Coralina, Nise da Silveira e Marta Vieira (foto).

O Dia da Mulher foi celebrado pela primeira vez em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas.

Em 1910, durante uma Conferência Internacional de Mulheres na Dinamarca, foi aprovada uma resolução por 17 países, para a criação de uma data anual que celebrasse os direitos das mulheres. O intuito era honrar as lutas femininas, e assim, obter apoio para instituir o sufrágio universal em diversos países.

Porém, foi em 8 de março de 1917 que 90 mil operárias na Rússia manifestaram-se contra o Czar Nicolau II pelas más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra – consagrando assim a data, que seria oficializada como Dia Internacional da Mulher apenas em 1921.

Em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 60, os movimentos políticos de mulheres ganharam força e em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher, sendo reconhecido pela ONU em 1977.

Apesar do forte apelo comercial incorporado à data, é válido ressaltar seu real significado: o reconhecimento às conquistas das mulheres – e em especial às técnicas industriais, personagens célebres de uma história de progresso e desenvolvimento nacional.

 

Últimas notícias

CFT anuncia portaria com medidas de prevenção ao Coronavírus

Diante do quadro de pandemia e da demanda global de reduzir as possibilidades de contágio pelo novo coronavírus, o CFT tem estudado e implementado medidas…
Ler mais...

CFT firma acordo de cooperação técnica com o SENAI

O acordo confere maior segurança à verificação de certificados e emissão mais rápida de registros profissionais de técnicos recém-formados pelo SENAI A Diretoria Executiva do…
Ler mais...

CFT disponibiliza a Carteira Definitiva Digital e o Aplicativo do Conselho, o e-Técnico

O Conselho apresenta versão digital da Carteira profissional, disponibilizada gratuitamente no App do CFT, o e-Técnico. O Aplicativo também fornecerá outras ferramentas que permitirão acesso…
Ler mais...

Por que 8 de março é o Dia Internacional da Mulher?

  • 6 de março de 2020

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o CFT destaca conquistas das mulheres e personagens célebres da história brasileira, tais quais Maria da Penha, Maria Quitéria, Fernanda Montenegro, Tarsila do Amaral, Zilda Arns, Cora Coralina, Nise da Silveira e Marta Vieira (foto).

O Dia da Mulher foi celebrado pela primeira vez em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando 1500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas.

Em 1910, durante uma Conferência Internacional de Mulheres na Dinamarca, foi aprovada uma resolução por 17 países, para a criação de uma data anual que celebrasse os direitos das mulheres. O intuito era honrar as lutas femininas, e assim, obter apoio para instituir o sufrágio universal em diversos países.

Porém, foi em 8 de março de 1917 que 90 mil operárias na Rússia manifestaram-se contra o Czar Nicolau II pelas más condições de trabalho, a fome e a participação russa na guerra – consagrando assim a data, que seria oficializada como Dia Internacional da Mulher apenas em 1921.

Em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 60, os movimentos políticos de mulheres ganharam força e em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher, sendo reconhecido pela ONU em 1977.

Apesar do forte apelo comercial incorporado à data, é válido ressaltar seu real significado: o reconhecimento às conquistas das mulheres – e em especial às técnicas industriais, personagens célebres de uma história de progresso e desenvolvimento nacional.