...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Novos agentes de fiscalização do CRT-MG são oficialmente apresentados à Comissão de Registro e Fiscalização nesta quinta-feira, 1 de setembro

Servidores aprovados em concurso público passam por treinamento e conhecem as demandas do setor de fiscalização

Os novos agentes de fiscalização do CRT-MG aprovados em concurso público foram apresentados à Comissão de Registro e Fiscalização da autarquia nesta quinta-feira, 1 de setembro. Eles tiveram o primeiro contato com os membros da comissão que se reúnem para discutir ações e projetos na área.

Desde a posse realizada no dia 22 de agosto, Carlos Alan Trept de Paiva (Técnico em Eletrotécnica), Thiago Soares Lins (Técnico em Telecomunicações) e José Orlando Costa Silva (Técnico em Eletrotécnica) recebem treinamento antes de irem a campo. Andre Luiz Oliveira, do setor de fiscalização do CRT-MG, é quem coordena este treinamento com os novos fiscais. Ele destaca a importância dos novos agentes, “principalmente quanto à necessidade de fiscalização em todo o estado, abrangendo as várias categorias técnicas profissionais, a fim de dar uma resposta à sociedade sobre o trabalho que o CRT-MG está fazendo para protegê-la”, diz.

De acordo com André Luiz, dentre as formas de fiscalização que os novos agentes irão atuar, estão o trabalho de inteligência (internamente no CRT-MG) e de diligências, visitando empresas e locais de trabalho dos profissionais. “O trabalho de diligência é muito importante, porque quando o fiscal chega em uma empresa, ele está representando a categoria técnica, não somente o Conselho, e todos entendem realmente que o CRT-MG está ativo, fiscalizando, e desta forma conseguimos obter resultados mais promissores”.

Segundo Lázaro Daniel Matos Nunes, conselheiro e coordenador da Comissão de Registro e Fiscalização do CRT-MG, a autarquia e a sociedade têm muito a ganhar com a admissão dos novos fiscais. “Por meio do seu trabalho os fiscais irão proteger a sociedade e os profissionais habilitados, em meio a tantos leigos que estão aí fazendo trabalhos sem a devida atribuição”, aponta.

Além do coordenador Lázaro Daniel, a Comissão de Registro e Fiscalização conta com os conselheiros Roberto Nunes de Souza (Coordenador Adjunto) e Rogério de Souza Mansano (Secretário); e os conselheiros membros Daniel Pereira da Silva, Jean Cláudio de Medeiros e Ferreira e Warley Melo Machado. Todos são unânimes em apontar a importância que o trabalho conjunto entre a comissão e os agentes. “Sem dúvida, com esse trabalho conjunto, os novos agentes ajudarão a nossa comissão alimentando com informações importantes, visando o objetivo de servir bem à sociedade e aos técnicos industriais”, finaliza o coordenador.

Últimas notícias

Fiscalização apresenta resultados das avaliações de conformidade

Indicadores das atividades de equipes de fiscalização dos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs relativos ao ano de 2023, colhidos durante as visitas de…
Ler mais...

CFT prestigia posse no Conselho Federal de Contabilidade

Diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) participou da solenidade prestigiada por deputados, senadores, representantes do Governo Federal, Governo do Distrito Federal, Tribunal…
Ler mais...

CFT aprimora Plano Nacional de Fiscalização Integrada

Normativa aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) modifica a resolução nº 190/2022 para aperfeiçoar as diretrizes de planejamento e execução da…
Ler mais...

Novos agentes de fiscalização do CRT-MG são oficialmente apresentados à Comissão de Registro e Fiscalização nesta quinta-feira, 1 de setembro

Servidores aprovados em concurso público passam por treinamento e conhecem as demandas do setor de fiscalização

Os novos agentes de fiscalização do CRT-MG aprovados em concurso público foram apresentados à Comissão de Registro e Fiscalização da autarquia nesta quinta-feira, 1 de setembro. Eles tiveram o primeiro contato com os membros da comissão que se reúnem para discutir ações e projetos na área.

Desde a posse realizada no dia 22 de agosto, Carlos Alan Trept de Paiva (Técnico em Eletrotécnica), Thiago Soares Lins (Técnico em Telecomunicações) e José Orlando Costa Silva (Técnico em Eletrotécnica) recebem treinamento antes de irem a campo. Andre Luiz Oliveira, do setor de fiscalização do CRT-MG, é quem coordena este treinamento com os novos fiscais. Ele destaca a importância dos novos agentes, “principalmente quanto à necessidade de fiscalização em todo o estado, abrangendo as várias categorias técnicas profissionais, a fim de dar uma resposta à sociedade sobre o trabalho que o CRT-MG está fazendo para protegê-la”, diz.

De acordo com André Luiz, dentre as formas de fiscalização que os novos agentes irão atuar, estão o trabalho de inteligência (internamente no CRT-MG) e de diligências, visitando empresas e locais de trabalho dos profissionais. “O trabalho de diligência é muito importante, porque quando o fiscal chega em uma empresa, ele está representando a categoria técnica, não somente o Conselho, e todos entendem realmente que o CRT-MG está ativo, fiscalizando, e desta forma conseguimos obter resultados mais promissores”.

Segundo Lázaro Daniel Matos Nunes, conselheiro e coordenador da Comissão de Registro e Fiscalização do CRT-MG, a autarquia e a sociedade têm muito a ganhar com a admissão dos novos fiscais. “Por meio do seu trabalho os fiscais irão proteger a sociedade e os profissionais habilitados, em meio a tantos leigos que estão aí fazendo trabalhos sem a devida atribuição”, aponta.

Além do coordenador Lázaro Daniel, a Comissão de Registro e Fiscalização conta com os conselheiros Roberto Nunes de Souza (Coordenador Adjunto) e Rogério de Souza Mansano (Secretário); e os conselheiros membros Daniel Pereira da Silva, Jean Cláudio de Medeiros e Ferreira e Warley Melo Machado. Todos são unânimes em apontar a importância que o trabalho conjunto entre a comissão e os agentes. “Sem dúvida, com esse trabalho conjunto, os novos agentes ajudarão a nossa comissão alimentando com informações importantes, visando o objetivo de servir bem à sociedade e aos técnicos industriais”, finaliza o coordenador.