...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

“Não basta ser um bom técnico, descubra como ser um expert”, diz especialista

Desafio lançado na Semana do Técnico Industrial 2022 promoveu reflexão sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho.

Técnicos industriais do Sistema CFT/CRTs participaram da palestra que tratou sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho. O tema foi abordado  pela coach e treinadora comportamental Mery Ellen, uma das palestrantes da Semana do Técnico 2022. O evento realizado em Brasília, no mês de setembro, foi promovido pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), com apoio dos regionais que integram o Sistema CFT/CRTs.

Ao lançar ao público o desafio de buscar destaque na atuação diária no exercício da função e no mercado de trabalho, Mery Ellen enfatizou o conceito e a importância da inteligência emocional nesse processo de valorização profissional. “Inteligência emocional é a capacidade de se conhecer, de saber pontos fortes e fracos. Nada melhor do que a inteligência emocional para entender como agir certo, na hora certa e na velocidade certa”, destacou.

Para reforçar a relevância desse “tema do século”, a especialista apresentou pesquisas recentes que revelam a falta de inteligência emocional e a má conduta como fatores determinantes em 90% dos casos de demissão. Os levantamentos mostram ainda que esses dois aspectos motivaram 60,47% dos líderes entrevistados a abrir mão do colaborador e 47,69% dos trabalhadores a pedir demissão.

De acordo com Mery Ellen, o baixo nível de inteligência emocional nada tem a ver com o intelecto, e, sim, com aspectos emocionais. Desta forma, ela exemplificou que um profissional com excelente capacidade técnica pode não se destacar e encontrar dificuldades de se manter no trabalho por não saber lidar com as emoções. Inclusive, ela destacou que o descontrole das emoções é um dos sinais da ausência de inteligência emocional.

Para facilitar o entendimento, a palestrante fez testes rápidos com o público para verificar o nível de inteligência emocional e identificar em qual perfil de profissional se encaixa, bom como conhecer os pontos fracos e fortes.

“Você está no lugar certo, ao lado das pessoas certas e, principalmente, você escolheu a profissão certa para a sua vida. Valorize ao máximo o que tem e seja você mesmo”, finalizou.

Mediaram a apresentação as conselheiras federais Deise Lopes de Carvalho e Telga Stephany da Silva.

Últimas notícias

CFT realiza Encontro Nacional da Comunicação do Sistema CFT/CRTs

Diretores, gerentes e profissionais do grupo de trabalho da autarquia federal e dos onze regionais estão reunidos para palestras de capacitação, compartilhamento de experiências e…
Ler mais...

Prazo para justificativa eleitoral encerra no domingo

Procedimento pode ser feito online pelo SINCETI, sem necessidade de apresentar motivação, para manter a regularidade do registro profissional. Obrigatoriedade do voto é determinada pela…
Ler mais...

Presidente do CFT realiza abertura da capacitação para diretores, conselheiros e colaboradores do CRT-RN

O Presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), Solomar Rockembach, realizou hoje (6) a abertura da capacitação para diretores, conselheiros e colaboradores do Conselho…
Ler mais...

“Não basta ser um bom técnico, descubra como ser um expert”, diz especialista

Desafio lançado na Semana do Técnico Industrial 2022 promoveu reflexão sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho.

Técnicos industriais do Sistema CFT/CRTs participaram da palestra que tratou sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho. O tema foi abordado  pela coach e treinadora comportamental Mery Ellen, uma das palestrantes da Semana do Técnico 2022. O evento realizado em Brasília, no mês de setembro, foi promovido pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), com apoio dos regionais que integram o Sistema CFT/CRTs.

Ao lançar ao público o desafio de buscar destaque na atuação diária no exercício da função e no mercado de trabalho, Mery Ellen enfatizou o conceito e a importância da inteligência emocional nesse processo de valorização profissional. “Inteligência emocional é a capacidade de se conhecer, de saber pontos fortes e fracos. Nada melhor do que a inteligência emocional para entender como agir certo, na hora certa e na velocidade certa”, destacou.

Para reforçar a relevância desse “tema do século”, a especialista apresentou pesquisas recentes que revelam a falta de inteligência emocional e a má conduta como fatores determinantes em 90% dos casos de demissão. Os levantamentos mostram ainda que esses dois aspectos motivaram 60,47% dos líderes entrevistados a abrir mão do colaborador e 47,69% dos trabalhadores a pedir demissão.

De acordo com Mery Ellen, o baixo nível de inteligência emocional nada tem a ver com o intelecto, e, sim, com aspectos emocionais. Desta forma, ela exemplificou que um profissional com excelente capacidade técnica pode não se destacar e encontrar dificuldades de se manter no trabalho por não saber lidar com as emoções. Inclusive, ela destacou que o descontrole das emoções é um dos sinais da ausência de inteligência emocional.

Para facilitar o entendimento, a palestrante fez testes rápidos com o público para verificar o nível de inteligência emocional e identificar em qual perfil de profissional se encaixa, bom como conhecer os pontos fracos e fortes.

“Você está no lugar certo, ao lado das pessoas certas e, principalmente, você escolheu a profissão certa para a sua vida. Valorize ao máximo o que tem e seja você mesmo”, finalizou.

Mediaram a apresentação as conselheiras federais Deise Lopes de Carvalho e Telga Stephany da Silva.