...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Grupo de trabalho discute avanços nos processos de fiscalização

Propostas para adoção de procedimentos operacionais padrão no âmbito do Sistema CFT/CRTs e análise de documentos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) que servem de base para fiscalização de empresas pautaram recente encontro nacional realizado em São Paulo.

O aprimoramento das ações marcou recente reunião do Grupo de Trabalho do Plano Nacional de Fiscalização Integrada (GT-PNFI) do Sistema CFT/CRTs. No encontro, realizado na sede do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), dos dias 25 e 28 de julho, foram apreciadas propostas para adoção de Procedimentos Operacionais Padrão (POPs), previstas na Resolução 190/2022 do Conselho Federal dos Técnicos Industrias (CFT), bem como a análise de documentos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que servem de base para a fiscalização de empresas.

O GT-PNFI, composto por integrantes que representam o CFT e os 11 CRTs, tem o objetivo de alinhar o planejamento da fiscalização com as metas do planejamento estratégico do Sistema CFT/CRTs. O grupo propõe estratégias e inovações voltadas ao aprimoramento das diretrizes da fiscalização do exercício profissional, atividade finalística do Sistema CFT/CRTs.

Durante o encontro, o diretor de Fiscalização e Normas do CFT, Bernardino José Gomes, enfatizou a importância de cumprir as etapas dos planejamentos estratégicos da fiscalização e do Sistema CFT/CRTs para garantir a prestação de serviços de excelência aos técnicos industriais e à sociedade, que são metas da gestão 2022/2026.

Destaques

Durante os quatro dias de trabalho, integrantes do GT-PNFI aprovaram seis novos Procedimentos Operacionais Padrão (POPs), métodos para uniformização de atividades executadas pelas equipes de fiscalização. Um exemplo foi o procedimento de análise dos Termos de Responsabilidade Técnica (TRTs), realizado pelas equipes de fiscalização dos regionais.

Outro destaque foi o acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para acesso ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), mantido pelo Governo Federal com informações fornecidas pelas empresas. O acesso aos documentos permite o cruzamento de informações e facilita a identificação de empresas que empregam técnicos industriais, o que confere mais eficácia ao trabalho executado pelas equipes de fiscalização.

Também foram apresentados durante a reunião avanços do CRT-BA na condução das ações de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). O regional baiano tem se aproximado de instituições como o Ministério Público do estado para realizar operações de fiscalização preventiva do exercício profissional que envolvem mais de 40 integrantes das equipes. Durante o encontro, foram sugeridas formas de replicar a iniciativa nos demais CRTs, com o objetivo de ampliar a proteção a sociedade em todo o Brasil.

 

Últimas notícias

Fiscalização apresenta resultados das avaliações de conformidade

Indicadores das atividades de equipes de fiscalização dos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs relativos ao ano de 2023, colhidos durante as visitas de…
Ler mais...

CFT prestigia posse no Conselho Federal de Contabilidade

Diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) participou da solenidade prestigiada por deputados, senadores, representantes do Governo Federal, Governo do Distrito Federal, Tribunal…
Ler mais...

CFT aprimora Plano Nacional de Fiscalização Integrada

Normativa aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) modifica a resolução nº 190/2022 para aperfeiçoar as diretrizes de planejamento e execução da…
Ler mais...

Grupo de trabalho discute avanços nos processos de fiscalização

Propostas para adoção de procedimentos operacionais padrão no âmbito do Sistema CFT/CRTs e análise de documentos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) que servem de base para fiscalização de empresas pautaram recente encontro nacional realizado em São Paulo.

O aprimoramento das ações marcou recente reunião do Grupo de Trabalho do Plano Nacional de Fiscalização Integrada (GT-PNFI) do Sistema CFT/CRTs. No encontro, realizado na sede do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), dos dias 25 e 28 de julho, foram apreciadas propostas para adoção de Procedimentos Operacionais Padrão (POPs), previstas na Resolução 190/2022 do Conselho Federal dos Técnicos Industrias (CFT), bem como a análise de documentos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que servem de base para a fiscalização de empresas.

O GT-PNFI, composto por integrantes que representam o CFT e os 11 CRTs, tem o objetivo de alinhar o planejamento da fiscalização com as metas do planejamento estratégico do Sistema CFT/CRTs. O grupo propõe estratégias e inovações voltadas ao aprimoramento das diretrizes da fiscalização do exercício profissional, atividade finalística do Sistema CFT/CRTs.

Durante o encontro, o diretor de Fiscalização e Normas do CFT, Bernardino José Gomes, enfatizou a importância de cumprir as etapas dos planejamentos estratégicos da fiscalização e do Sistema CFT/CRTs para garantir a prestação de serviços de excelência aos técnicos industriais e à sociedade, que são metas da gestão 2022/2026.

Destaques

Durante os quatro dias de trabalho, integrantes do GT-PNFI aprovaram seis novos Procedimentos Operacionais Padrão (POPs), métodos para uniformização de atividades executadas pelas equipes de fiscalização. Um exemplo foi o procedimento de análise dos Termos de Responsabilidade Técnica (TRTs), realizado pelas equipes de fiscalização dos regionais.

Outro destaque foi o acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para acesso ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), mantido pelo Governo Federal com informações fornecidas pelas empresas. O acesso aos documentos permite o cruzamento de informações e facilita a identificação de empresas que empregam técnicos industriais, o que confere mais eficácia ao trabalho executado pelas equipes de fiscalização.

Também foram apresentados durante a reunião avanços do CRT-BA na condução das ações de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). O regional baiano tem se aproximado de instituições como o Ministério Público do estado para realizar operações de fiscalização preventiva do exercício profissional que envolvem mais de 40 integrantes das equipes. Durante o encontro, foram sugeridas formas de replicar a iniciativa nos demais CRTs, com o objetivo de ampliar a proteção a sociedade em todo o Brasil.