...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

Cursos de formação pautam reunião com Corpo de Bombeiros do DF

Diretoria executiva, presidente do CRT-01 e gerente geral do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) alinharam entendimentos a respeito do registro dos egressos de cursos de formação do CBMDF junto ao conselho de classe

Cursos de formação do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) pautaram reunião na sede do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT). O encontro, realizado nesta quarta-feira (15), teve como pauta os procedimentos para que os egressos dos cursos de formação e especialização do CBMDF possam se registrar regularmente no conselho de classe. Os gestores do Sistema CFT/CRTs orientaram os representantes da organização sobre o reconhecimento por equivalência dos diplomas e reafirmaram a importância de valorizar os técnicos industriais.

O presidente do CFT, Solomar Rockembach, afirmou que a gestão 2022/2026  está comprometida com a missão de zelar pela proteção da sociedade, e o estreitamento de relações com os corpos de bombeiros contribui para alcançar este objetivo. Participaram da reunião Solomar Rockembach, o vice-presidente, Ricardo Nerbas, os diretores Bernardino José Gomes (Fiscalização e Normas), José Carlos Coutinho (Financeiro) e Valdivino Alves de Carvalho (Administrativo), o presidente do CRT-01, Marcelo Martins, e o gerente-geral do CFT, Luzimar Pereira. Representando o CBMDF estavam o tenente David Allan, o aspirante a oficial Hoffman Monteiro e a sargento Ana Ramirez.

Durante o diálogo, os gestores do CFT ressaltaram que incluir informações como a área de especialização e a carga horária dos cursos nos diplomas auxilia no processo de reconhecimento por equivalência, que é executado pelos conselhos regionais. Segundo o gerente geral do CFT, Luzimar Pereira, o procedimento é permitido pela Lei 9.394/96, que admite a equivalência de estudos entre o ensino militar e o civil. “Dessa forma, o egresso do curso de formação do CBMDF pode se registrar em uma modalidade técnica condizente com sua formação”, explicou o gerente geral.

 

Últimas notícias

Plenário do CFT homologa resultado das eleições suplementares do CRT-03

Reunião deliberativa virtual do colegiado máximo do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) confirma resultado da eleição da nova diretoria executiva e conselheiros regionais do…
Ler mais...

CFT reforça compromisso com a fiscalização orientativa e educativa

Presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) ressaltou a importância da atividade finalística do conselho de classe em pronunciamento na abertura do Seminário de…
Ler mais...

Parcerias estratégicas que beneficiam técnicos industriais são tema de reunião 

Lideranças do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) e do regional da 3ª região (CRT-03) dialogaram com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e…
Ler mais...

Cursos de formação pautam reunião com Corpo de Bombeiros do DF

Diretoria executiva, presidente do CRT-01 e gerente geral do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) alinharam entendimentos a respeito do registro dos egressos de cursos de formação do CBMDF junto ao conselho de classe

Cursos de formação do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) pautaram reunião na sede do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT). O encontro, realizado nesta quarta-feira (15), teve como pauta os procedimentos para que os egressos dos cursos de formação e especialização do CBMDF possam se registrar regularmente no conselho de classe. Os gestores do Sistema CFT/CRTs orientaram os representantes da organização sobre o reconhecimento por equivalência dos diplomas e reafirmaram a importância de valorizar os técnicos industriais.

O presidente do CFT, Solomar Rockembach, afirmou que a gestão 2022/2026  está comprometida com a missão de zelar pela proteção da sociedade, e o estreitamento de relações com os corpos de bombeiros contribui para alcançar este objetivo. Participaram da reunião Solomar Rockembach, o vice-presidente, Ricardo Nerbas, os diretores Bernardino José Gomes (Fiscalização e Normas), José Carlos Coutinho (Financeiro) e Valdivino Alves de Carvalho (Administrativo), o presidente do CRT-01, Marcelo Martins, e o gerente-geral do CFT, Luzimar Pereira. Representando o CBMDF estavam o tenente David Allan, o aspirante a oficial Hoffman Monteiro e a sargento Ana Ramirez.

Durante o diálogo, os gestores do CFT ressaltaram que incluir informações como a área de especialização e a carga horária dos cursos nos diplomas auxilia no processo de reconhecimento por equivalência, que é executado pelos conselhos regionais. Segundo o gerente geral do CFT, Luzimar Pereira, o procedimento é permitido pela Lei 9.394/96, que admite a equivalência de estudos entre o ensino militar e o civil. “Dessa forma, o egresso do curso de formação do CBMDF pode se registrar em uma modalidade técnica condizente com sua formação”, explicou o gerente geral.