...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

CRT-ES visa à participação de profissionais em editais públicos

A valorização profissional, juntamente com a defesa da sociedade civil, faz parte dos principais objetivos do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES). Neste sentido, a procuradoria da autarquia vem trabalhando para conscientizar empresas e órgãos públicos quanto à necessidade de abertura de editais que contemplem as atribuições dos técnicos e técnicas capixabas.

Na última segunda-feira (12), o município de Muqui retificou os termos de um edital, permitindo a participação dos técnicos e exigindo como qualificação o registro de profissional técnico em Eletrotécnica no CRT-ES. O termo de retificação foi publicado no Diário Oficial da União com as devidas alterações, permitindo que os profissionais realizem instalação de usina solar fotovoltaica com geração de potência de até 50 KWp.

O referido ajuste no edital de Muqui está disponível no site www.portalcompraspublicas.com.br, bem como no Portal da Transparência do município.

Histórico

Desde sua implantação, em 2019, a Procuradoria do CRT-ES já impugnou 126 editais de órgãos públicos do Espírito Santo, sendo necessária a retificação e adequação dos editais para que se garantisse a concorrência em grau de igualdade para técnicos e técnicas industriais do Estado, respeitadas as competências legais de cada habilitação.

Para o procurador do CRT-ES, Lucas Muniz, essa é mais uma vitória importante para a classe dos técnicos industriais. “Nosso objetivo é fazer com que empresas e órgãos públicos cumpram a legislação quanto às atribuições dos profissionais registrados, contemplado sua participação em editais com condições igualitárias de concorrência com os demais profissionais da área tecnológica”, ressaltou.

Últimas notícias

Fiscalização apresenta resultados das avaliações de conformidade

Indicadores das atividades de equipes de fiscalização dos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs relativos ao ano de 2023, colhidos durante as visitas de…
Ler mais...

CFT prestigia posse no Conselho Federal de Contabilidade

Diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) participou da solenidade prestigiada por deputados, senadores, representantes do Governo Federal, Governo do Distrito Federal, Tribunal…
Ler mais...

CFT aprimora Plano Nacional de Fiscalização Integrada

Normativa aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) modifica a resolução nº 190/2022 para aperfeiçoar as diretrizes de planejamento e execução da…
Ler mais...

CRT-ES visa à participação de profissionais em editais públicos

A valorização profissional, juntamente com a defesa da sociedade civil, faz parte dos principais objetivos do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES). Neste sentido, a procuradoria da autarquia vem trabalhando para conscientizar empresas e órgãos públicos quanto à necessidade de abertura de editais que contemplem as atribuições dos técnicos e técnicas capixabas.

Na última segunda-feira (12), o município de Muqui retificou os termos de um edital, permitindo a participação dos técnicos e exigindo como qualificação o registro de profissional técnico em Eletrotécnica no CRT-ES. O termo de retificação foi publicado no Diário Oficial da União com as devidas alterações, permitindo que os profissionais realizem instalação de usina solar fotovoltaica com geração de potência de até 50 KWp.

O referido ajuste no edital de Muqui está disponível no site www.portalcompraspublicas.com.br, bem como no Portal da Transparência do município.

Histórico

Desde sua implantação, em 2019, a Procuradoria do CRT-ES já impugnou 126 editais de órgãos públicos do Espírito Santo, sendo necessária a retificação e adequação dos editais para que se garantisse a concorrência em grau de igualdade para técnicos e técnicas industriais do Estado, respeitadas as competências legais de cada habilitação.

Para o procurador do CRT-ES, Lucas Muniz, essa é mais uma vitória importante para a classe dos técnicos industriais. “Nosso objetivo é fazer com que empresas e órgãos públicos cumpram a legislação quanto às atribuições dos profissionais registrados, contemplado sua participação em editais com condições igualitárias de concorrência com os demais profissionais da área tecnológica”, ressaltou.