...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

CRT-BA atua na Fiscalização Preventiva Integrada em Salvador e região metropolitana

O Conselho Regional dos Técnicos Industriais da Bahia (CRT-BA) desempenhou um papel fundamental na 1ª etapa da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada entre os dias 31 de julho e 04 de agosto. O evento, batizado de “Projeto Melhor Prevenir”, foi coordenado pelo Ministério Público do Trabalho e reuniu diversas entidades e órgãos com o objetivo de promover a segurança e bem-estar dos trabalhadores em empresas da região metropolitana de Salvador.

A ação ganhou relevância após um trágico acidente ocorrido em fevereiro deste ano, quando um trabalhador perdeu a vida em uma fábrica de concreto na capital baiana. Esse acontecimento motivou a união de esforços de várias instituições, incluindo o CRT-BA, o Ministério do Trabalho e Emprego, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA), o Grupamento de Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, o Centro de Referência Saúde do Trabalhador CEREST-Salvador e a Universidade Federal da Bahia – UFBA.

O principal objetivo da FPI foi identificar possíveis descumprimentos das normas de saúde e segurança do trabalho nas empresas de concretagem, notificar os empregadores e oferecer prazos para a regularização. Dessa forma, buscou-se garantir que as leis que asseguram os direitos dos trabalhadores fossem cumpridas, bem como a proteção adequada no ambiente laboral.

Durante a força-tarefa foram realizadas inspeções conjuntas de órgãos de fiscalização, supervisionando o cumprimento das legislações e normas de segurança e proteção ao trabalhador, incluindo o cumprimento da legislação do exercício profissional técnico.

O CRT-BA teve um importante papel durante a ação, buscando irregularidades e apontando providências corretivas, verificando a correta emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), combatendo o exercício ilegal da profissão e assegurando o cumprimento das normas regulamentadoras. Além disso, a autarquia também identificou empresas terceirizadas prestadoras de serviços e verificou os procedimentos de segurança.

O resultado da fiscalização foi significativo, com oito empresas sendo inspecionadas e uma delas, localizada em Salvador, teve suas atividades paralisadas pelo Ministério Público do Trabalho devido às condições precárias de trabalho e segurança. O Ministério Público estabeleceu um prazo de quinze dias para que a empresa regularizasse as situações de risco apontadas e efetuasse as devidas correções, a fim de garantir um ambiente de trabalho seguro para os colaboradores.

O promotor do Ministério Público do Trabalho e coordenador geral da 1ª FPI, Dr. Ilan Fonseca, ressaltou a importância da atuação do CRT-BA e de todos os órgãos envolvidos na parceria, destacando que a prevenção de acidentes é o principal objetivo da ação, e que a colaboração mútua entre as entidades é fundamental para alcançar resultados positivos.

O diretor de Fiscalização e Normas do CRT-BA, Saturnino Nascimento, enfatizou a honra e o compromisso previsto em resolução da autarquia em participar dessas ações de fiscalização integrada. Ele ressaltou a importância de trabalhar em conjunto com outros órgãos fiscalizadores, cada um cumprindo seu papel específico para identificar e solucionar as necessidades de segurança e qualidade das empresas fiscalizadas.

A participação do CRT-BA na Fiscalização Preventiva Integrada demonstrou seu compromisso com a proteção dos trabalhadores e com a garantia de ambientes laborais seguros e em conformidade com as normas vigentes. A união de esforços das instituições envolvidas reforça o comprometimento com a prevenção de acidentes e a busca por melhores condições de trabalho para todos.

Últimas notícias

Fiscalização apresenta resultados das avaliações de conformidade

Indicadores das atividades de equipes de fiscalização dos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs relativos ao ano de 2023, colhidos durante as visitas de…
Ler mais...

CFT prestigia posse no Conselho Federal de Contabilidade

Diretoria executiva do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) participou da solenidade prestigiada por deputados, senadores, representantes do Governo Federal, Governo do Distrito Federal, Tribunal…
Ler mais...

CFT aprimora Plano Nacional de Fiscalização Integrada

Normativa aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) modifica a resolução nº 190/2022 para aperfeiçoar as diretrizes de planejamento e execução da…
Ler mais...

CRT-BA atua na Fiscalização Preventiva Integrada em Salvador e região metropolitana

O Conselho Regional dos Técnicos Industriais da Bahia (CRT-BA) desempenhou um papel fundamental na 1ª etapa da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada entre os dias 31 de julho e 04 de agosto. O evento, batizado de “Projeto Melhor Prevenir”, foi coordenado pelo Ministério Público do Trabalho e reuniu diversas entidades e órgãos com o objetivo de promover a segurança e bem-estar dos trabalhadores em empresas da região metropolitana de Salvador.

A ação ganhou relevância após um trágico acidente ocorrido em fevereiro deste ano, quando um trabalhador perdeu a vida em uma fábrica de concreto na capital baiana. Esse acontecimento motivou a união de esforços de várias instituições, incluindo o CRT-BA, o Ministério do Trabalho e Emprego, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA), o Grupamento de Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, o Centro de Referência Saúde do Trabalhador CEREST-Salvador e a Universidade Federal da Bahia – UFBA.

O principal objetivo da FPI foi identificar possíveis descumprimentos das normas de saúde e segurança do trabalho nas empresas de concretagem, notificar os empregadores e oferecer prazos para a regularização. Dessa forma, buscou-se garantir que as leis que asseguram os direitos dos trabalhadores fossem cumpridas, bem como a proteção adequada no ambiente laboral.

Durante a força-tarefa foram realizadas inspeções conjuntas de órgãos de fiscalização, supervisionando o cumprimento das legislações e normas de segurança e proteção ao trabalhador, incluindo o cumprimento da legislação do exercício profissional técnico.

O CRT-BA teve um importante papel durante a ação, buscando irregularidades e apontando providências corretivas, verificando a correta emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), combatendo o exercício ilegal da profissão e assegurando o cumprimento das normas regulamentadoras. Além disso, a autarquia também identificou empresas terceirizadas prestadoras de serviços e verificou os procedimentos de segurança.

O resultado da fiscalização foi significativo, com oito empresas sendo inspecionadas e uma delas, localizada em Salvador, teve suas atividades paralisadas pelo Ministério Público do Trabalho devido às condições precárias de trabalho e segurança. O Ministério Público estabeleceu um prazo de quinze dias para que a empresa regularizasse as situações de risco apontadas e efetuasse as devidas correções, a fim de garantir um ambiente de trabalho seguro para os colaboradores.

O promotor do Ministério Público do Trabalho e coordenador geral da 1ª FPI, Dr. Ilan Fonseca, ressaltou a importância da atuação do CRT-BA e de todos os órgãos envolvidos na parceria, destacando que a prevenção de acidentes é o principal objetivo da ação, e que a colaboração mútua entre as entidades é fundamental para alcançar resultados positivos.

O diretor de Fiscalização e Normas do CRT-BA, Saturnino Nascimento, enfatizou a honra e o compromisso previsto em resolução da autarquia em participar dessas ações de fiscalização integrada. Ele ressaltou a importância de trabalhar em conjunto com outros órgãos fiscalizadores, cada um cumprindo seu papel específico para identificar e solucionar as necessidades de segurança e qualidade das empresas fiscalizadas.

A participação do CRT-BA na Fiscalização Preventiva Integrada demonstrou seu compromisso com a proteção dos trabalhadores e com a garantia de ambientes laborais seguros e em conformidade com as normas vigentes. A união de esforços das instituições envolvidas reforça o comprometimento com a prevenção de acidentes e a busca por melhores condições de trabalho para todos.