...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

Códigos de processo ético e de conduta são temas de apresentações no seminário de ética

Normativas que regem o trâmite das infrações disciplinares e os princípios que norteiam o desempenho ético dos cargos eletivos foram abordadas pelo procurador chefe do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), Antenor Alves Júnior, e pelo assessor da diretoria executiva, Gilmar Pastorio, em apresentações moderadas pelos conselheiros federais Narciso Fontana (SP) e José Anchieta (PI).

Os Códigos de Processo Ético e de Conduta Ética dos Diretores e Conselheiros foram temas de palestras e debates no Seminário Nacional de Ética e Disciplina Profissional do Sistema CFT/CRTs. As normas foram abordadas pelo procurador-chefe do CFT, Antenor Júnior, e pelo assessor da diretoria executiva, Gilmar Pastorio, em apresentações moderadas pelos conselheiros federais Narciso Donizete Fontana (SP) e José Anchieta Moura (PI). Os códigos regem, respectivamente, o trâmite das infrações disciplinares e os princípios que norteiam o exercício ético dos cargos eletivos.

As apresentações ocorreram na quarta-feira (3), segundo dia do evento técnico. O Código de Processo Ético foi instituído pela Resolução nº 207/2023 e complementa as regras constantes da Lei nº 9.784/1999, conforme determina a Lei nº 13.639/2018.

Por sua vez, o Código de Conduta Ética dos Diretores e Conselheiros, Resolução nº 208/2023, estabelece normas e princípios destinados aos membros eleitos para cumprir mandatos no CFT ou nos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs.

O procurador-chefe ressalta que a normativa nº 207/2023 tem papel indispensável para garantir, durante o processo, os princípios da ampla defesa e do contraditório, fundamentais no Estado de Direito. “Em um processo ético disciplinar, o que está em jogo é a reputação de um profissional, algo caríssimo para o sistema CFT/CRTs”, afirma Antenor.

A respeito do código de conduta, o procurador-chefe destaca que o rigor com a conduta ética é mais elevado para os ocupantes dos cargos eletivos. “Isso demonstra preocupação e zelo com as expectativas da sociedade para os representantes eleitos diretamente pelos técnicos industriais”.

Após a palestra do procurador-chefe, o assessor da diretoria executiva, Gilmar Pastorio, aprofundou conhecimentos ao passar por cada capítulo das normativas. Em seguida, a gerente técnica do CFT, Telga Stephany da Silva, apresentou fluxograma do processo ético-disciplinar, elaborado para oferecer uma representação gráfica do rito processual.

Últimas notícias

Plenário do CFT homologa resultado das eleições suplementares do CRT-03

Reunião deliberativa virtual do colegiado máximo do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) confirma resultado da eleição da nova diretoria executiva e conselheiros regionais do…
Ler mais...

CFT reforça compromisso com a fiscalização orientativa e educativa

Presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) ressaltou a importância da atividade finalística do conselho de classe em pronunciamento na abertura do Seminário de…
Ler mais...

Parcerias estratégicas que beneficiam técnicos industriais são tema de reunião 

Lideranças do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) e do regional da 3ª região (CRT-03) dialogaram com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e…
Ler mais...

Códigos de processo ético e de conduta são temas de apresentações no seminário de ética

Normativas que regem o trâmite das infrações disciplinares e os princípios que norteiam o desempenho ético dos cargos eletivos foram abordadas pelo procurador chefe do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), Antenor Alves Júnior, e pelo assessor da diretoria executiva, Gilmar Pastorio, em apresentações moderadas pelos conselheiros federais Narciso Fontana (SP) e José Anchieta (PI).

Os Códigos de Processo Ético e de Conduta Ética dos Diretores e Conselheiros foram temas de palestras e debates no Seminário Nacional de Ética e Disciplina Profissional do Sistema CFT/CRTs. As normas foram abordadas pelo procurador-chefe do CFT, Antenor Júnior, e pelo assessor da diretoria executiva, Gilmar Pastorio, em apresentações moderadas pelos conselheiros federais Narciso Donizete Fontana (SP) e José Anchieta Moura (PI). Os códigos regem, respectivamente, o trâmite das infrações disciplinares e os princípios que norteiam o exercício ético dos cargos eletivos.

As apresentações ocorreram na quarta-feira (3), segundo dia do evento técnico. O Código de Processo Ético foi instituído pela Resolução nº 207/2023 e complementa as regras constantes da Lei nº 9.784/1999, conforme determina a Lei nº 13.639/2018.

Por sua vez, o Código de Conduta Ética dos Diretores e Conselheiros, Resolução nº 208/2023, estabelece normas e princípios destinados aos membros eleitos para cumprir mandatos no CFT ou nos onze regionais que integram o Sistema CFT/CRTs.

O procurador-chefe ressalta que a normativa nº 207/2023 tem papel indispensável para garantir, durante o processo, os princípios da ampla defesa e do contraditório, fundamentais no Estado de Direito. “Em um processo ético disciplinar, o que está em jogo é a reputação de um profissional, algo caríssimo para o sistema CFT/CRTs”, afirma Antenor.

A respeito do código de conduta, o procurador-chefe destaca que o rigor com a conduta ética é mais elevado para os ocupantes dos cargos eletivos. “Isso demonstra preocupação e zelo com as expectativas da sociedade para os representantes eleitos diretamente pelos técnicos industriais”.

Após a palestra do procurador-chefe, o assessor da diretoria executiva, Gilmar Pastorio, aprofundou conhecimentos ao passar por cada capítulo das normativas. Em seguida, a gerente técnica do CFT, Telga Stephany da Silva, apresentou fluxograma do processo ético-disciplinar, elaborado para oferecer uma representação gráfica do rito processual.