...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

CFT promove XIII Fórum de Presidentes em sua sede em Brasília

Evento realizado nos dias 17 e 18 de maio marca a retomada dos encontros presenciais do Sistema CFT/CRT seguindo os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19

Após vários encontros virtuais, devido à Pandemia de Covid-19, o Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) promoveu de forma presencial o XIII Fórum de Presidentes, realizado nos dias 17 e 18 de maio em sua sede em Brasília-DF.

Reuniram-se a Diretoria Executiva do CFT, presidentes e representantes dos 11 Conselhos Regionais para debaterem pautas estratégicas e reivindicações dos Técnicos Industriais em suas diversas modalidades profissionais. Para este encontro presencial foram seguidos todos os protocolos de segurança sanitária, como uso de máscaras e álcool em gel.

A mesa de trabalhos foi composta pelo Presidente do CFT, Wilson Wanderlei Vieira, acompanhado por Luis Roberto Dias (Presidente do CRT-01) e Nilson Rocha (Presidente do CRT-MG), respectivamente coordenador e coordenador-adjunto do Fórum.

Entre os assuntos debatidos – vários deles trazidos à baila pelos Conselhos Regionais –, a proposta de mudança na Resolução dos Técnicos em Edificações, promoção de cursos de especialização continuada aos Técnicos Industriais em suas áreas de formação, padronização de logomarcas do CFT e CRTs, entre outras pautas que serão levadas às comissões temáticas e, consequentemente, às próximas plenárias do CFT para formulação e deliberação de novas resoluções pelos conselheiros federais.

Para Luis Roberto Dias, coordenador do Fórum e presidente do CRT-01 (que engloba as regionais do Acre, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins), estes encontros, mesmo não sendo deliberativos, são uma espécie de ponte entre os técnicos e o CFT, importantes para o debate de ideias e propostas. “Nós levamos as demandas apresentadas nestes fóruns aos conselheiros federais para que sejam discutidas nas plenárias. São assuntos do dia a dia dos nossos técnicos, que nos procuram em nossos conselhos regionais e, após os trâmites legais e aprovação nas plenárias, geram resultados positivos aos nossos profissionais”, declarou.

Mesma linha de pensamento tem Valmir Xavier Martins, presidente do CRT-ES. “Eu vejo o Fórum de Presidentes como um ambiente democrático, que vem trazer à tona reclamações de profissionais na execução de seus trabalhos no dia a dia, sendo que aqui podemos debater e solicitar mudanças necessárias para adequação às várias modalidades existentes no Sistema CFT/CRT”.

Os Fóruns de Presidentes também servem com o alicerce e apoio às ações da Diretoria Executiva, demonstrando a união de todo o Sistema CFT/CRT. “Como fórum consultivo, este encontro oferece apoio à Diretoria Executiva e contribui para as decisões em plenário. Daqui se extraem muitas boas ideias que são levadas às nossas regionais”, avaliou João Batista de Souza, presidente do CRT-02 (que reúne as regionais do Amapá, Ceará, Maranhão, Pará e Piauí).

O coordenador do Fórum comemorou a volta dos encontros presenciais, destacando a importância da retomada do contato pessoal e da troca saudável de experiências, sempre respeitando, é claro, os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. Luizinho, como é mais conhecido, explicou que nas reuniões presenciais as pautas são discutidas de forma mais aprofundada que nas reuniões online. “Nas reuniões online, que normalmente são mais rápidas, não nos atemos tanto aos detalhes das discussões, diferentemente das reuniões presenciais, onde os presidentes manifestam mais suas opiniões. Lógico que seguimos os protocolos sanitários, mas, mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, ainda assim os fóruns presenciais são imprescindíveis”, destacou o presidente do CRT-01.

Últimas notícias

Associação dos Servidores do Senado Federal homenageia chefe de gabinete do CFT

Célio Araújo recebeu diploma das mãos do Senador Rodrigo Pacheco (PSD/MG) em, reconhecimento ao histórico de trabalho desenvolvido como servidor do Senado Federal
Ler mais...

CFT presente na Marcha em Defesa dos Municípios

Estande do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) na 25ª edição do evento organizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) amplia aproximação com chefes do…
Ler mais...

Presidente do CFT destaca importância da Itaipu Binacional

Companhia pública, líder mundial em geração de energia, fundada em 17 de maio de 1974, completa 50 anos de história.  
Ler mais...

CFT promove XIII Fórum de Presidentes em sua sede em Brasília

Evento realizado nos dias 17 e 18 de maio marca a retomada dos encontros presenciais do Sistema CFT/CRT seguindo os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19

Após vários encontros virtuais, devido à Pandemia de Covid-19, o Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) promoveu de forma presencial o XIII Fórum de Presidentes, realizado nos dias 17 e 18 de maio em sua sede em Brasília-DF.

Reuniram-se a Diretoria Executiva do CFT, presidentes e representantes dos 11 Conselhos Regionais para debaterem pautas estratégicas e reivindicações dos Técnicos Industriais em suas diversas modalidades profissionais. Para este encontro presencial foram seguidos todos os protocolos de segurança sanitária, como uso de máscaras e álcool em gel.

A mesa de trabalhos foi composta pelo Presidente do CFT, Wilson Wanderlei Vieira, acompanhado por Luis Roberto Dias (Presidente do CRT-01) e Nilson Rocha (Presidente do CRT-MG), respectivamente coordenador e coordenador-adjunto do Fórum.

Entre os assuntos debatidos – vários deles trazidos à baila pelos Conselhos Regionais –, a proposta de mudança na Resolução dos Técnicos em Edificações, promoção de cursos de especialização continuada aos Técnicos Industriais em suas áreas de formação, padronização de logomarcas do CFT e CRTs, entre outras pautas que serão levadas às comissões temáticas e, consequentemente, às próximas plenárias do CFT para formulação e deliberação de novas resoluções pelos conselheiros federais.

Para Luis Roberto Dias, coordenador do Fórum e presidente do CRT-01 (que engloba as regionais do Acre, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins), estes encontros, mesmo não sendo deliberativos, são uma espécie de ponte entre os técnicos e o CFT, importantes para o debate de ideias e propostas. “Nós levamos as demandas apresentadas nestes fóruns aos conselheiros federais para que sejam discutidas nas plenárias. São assuntos do dia a dia dos nossos técnicos, que nos procuram em nossos conselhos regionais e, após os trâmites legais e aprovação nas plenárias, geram resultados positivos aos nossos profissionais”, declarou.

Mesma linha de pensamento tem Valmir Xavier Martins, presidente do CRT-ES. “Eu vejo o Fórum de Presidentes como um ambiente democrático, que vem trazer à tona reclamações de profissionais na execução de seus trabalhos no dia a dia, sendo que aqui podemos debater e solicitar mudanças necessárias para adequação às várias modalidades existentes no Sistema CFT/CRT”.

Os Fóruns de Presidentes também servem com o alicerce e apoio às ações da Diretoria Executiva, demonstrando a união de todo o Sistema CFT/CRT. “Como fórum consultivo, este encontro oferece apoio à Diretoria Executiva e contribui para as decisões em plenário. Daqui se extraem muitas boas ideias que são levadas às nossas regionais”, avaliou João Batista de Souza, presidente do CRT-02 (que reúne as regionais do Amapá, Ceará, Maranhão, Pará e Piauí).

O coordenador do Fórum comemorou a volta dos encontros presenciais, destacando a importância da retomada do contato pessoal e da troca saudável de experiências, sempre respeitando, é claro, os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. Luizinho, como é mais conhecido, explicou que nas reuniões presenciais as pautas são discutidas de forma mais aprofundada que nas reuniões online. “Nas reuniões online, que normalmente são mais rápidas, não nos atemos tanto aos detalhes das discussões, diferentemente das reuniões presenciais, onde os presidentes manifestam mais suas opiniões. Lógico que seguimos os protocolos sanitários, mas, mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, ainda assim os fóruns presenciais são imprescindíveis”, destacou o presidente do CRT-01.