...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CFT defende atribuições de técnicos na inspeção de equipamentos médicos

Presidente e diretores do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) reuniram-se nesta terça-feira (20) com diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para defender o direito dos técnicos em Eletrônica e Equipamentos Biomédicos assumirem responsabilidade técnica pelos laudos elaborados

O Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) defendeu as atribuições dos técnicos em Eletrônica e Equipamentos Biomédicos. Presidente e diretores da autarquia federal reivindicaram, em reunião realizada nesta terça-feira (20) com o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, a inclusão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT) nos atos normativos da agência reguladora, permitindo que os profissionais assumam responsabilidade civil e criminal pela elaboração de laudos técnicos.

Participaram do diálogo o presidente da autarquia federal, Solomar Rockembach; os diretores José Carlos Coutinho (Financeiro) e Bernardino José Gomes (Fiscalização e Normas); o deputado federal Giovani Cherini (PL/RS), que articulou a realização da reunião; e da diretora jurídica do Instituto Brasileiro de Equipamentos Médicos (Ibem), Renata Farah.

Segundo o presidente Rockembach, os técnicos industriais têm competência para elaborar laudos de inspeção de equipamentos médicos e o direito assinar documento assumindo responsabilidade civil e criminal pelos serviços prestados. O presidente destacou, como exemplo da excelência da formação dos profissionais, o trabalho na área de saúde durante a pandemia de Covid-19.

“Quando equipamentos médicos precisaram de manutenção, quem estava lá para executá-la era o técnico”, afirmou o presidente. “Eu acredito que é apenas com a valorização dos técnicos industriais que o Brasil vai se desenvolver social e economicamente”, concluiu Solomar, enfatizando que promover a valorização dos técnicos industriais e a defesa da sociedade são metas estratégicas da gestão 2022/2026.

O diretor-presidente da Anvisa, que também tem a formação de técnico em laboratório no segundo grau profissionalizante, se mostrou solidário às reivindicações dos técnicos industriais. “Eu valorizo a formação de qualidade”, afirmou Torres.

Últimas notícias

Plenário do CFT homologa resultado das eleições suplementares do CRT-03

Reunião deliberativa virtual do colegiado máximo do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) confirma resultado da eleição da nova diretoria executiva e conselheiros regionais do…
Ler mais...

CFT reforça compromisso com a fiscalização orientativa e educativa

Presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) ressaltou a importância da atividade finalística do conselho de classe em pronunciamento na abertura do Seminário de…
Ler mais...

Parcerias estratégicas que beneficiam técnicos industriais são tema de reunião 

Lideranças do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) e do regional da 3ª região (CRT-03) dialogaram com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e…
Ler mais...

CFT defende atribuições de técnicos na inspeção de equipamentos médicos

Presidente e diretores do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) reuniram-se nesta terça-feira (20) com diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para defender o direito dos técnicos em Eletrônica e Equipamentos Biomédicos assumirem responsabilidade técnica pelos laudos elaborados

O Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) defendeu as atribuições dos técnicos em Eletrônica e Equipamentos Biomédicos. Presidente e diretores da autarquia federal reivindicaram, em reunião realizada nesta terça-feira (20) com o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, a inclusão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT) nos atos normativos da agência reguladora, permitindo que os profissionais assumam responsabilidade civil e criminal pela elaboração de laudos técnicos.

Participaram do diálogo o presidente da autarquia federal, Solomar Rockembach; os diretores José Carlos Coutinho (Financeiro) e Bernardino José Gomes (Fiscalização e Normas); o deputado federal Giovani Cherini (PL/RS), que articulou a realização da reunião; e da diretora jurídica do Instituto Brasileiro de Equipamentos Médicos (Ibem), Renata Farah.

Segundo o presidente Rockembach, os técnicos industriais têm competência para elaborar laudos de inspeção de equipamentos médicos e o direito assinar documento assumindo responsabilidade civil e criminal pelos serviços prestados. O presidente destacou, como exemplo da excelência da formação dos profissionais, o trabalho na área de saúde durante a pandemia de Covid-19.

“Quando equipamentos médicos precisaram de manutenção, quem estava lá para executá-la era o técnico”, afirmou o presidente. “Eu acredito que é apenas com a valorização dos técnicos industriais que o Brasil vai se desenvolver social e economicamente”, concluiu Solomar, enfatizando que promover a valorização dos técnicos industriais e a defesa da sociedade são metas estratégicas da gestão 2022/2026.

O diretor-presidente da Anvisa, que também tem a formação de técnico em laboratório no segundo grau profissionalizante, se mostrou solidário às reivindicações dos técnicos industriais. “Eu valorizo a formação de qualidade”, afirmou Torres.