Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

CFT cria o TRT Solidário

  • 14 de abril de 2020

Na tônica de ações institucionais pelo impulsionamento da solidariedade, o CFT normatiza isenção da taxa de TRT para serviços técnicos solidários

Mediante estado de calamidade pública em razão da pandemia do Covid-19, reconhecido pelo Congresso Nacional por meio do Decreto Legislativo nº 6 de 20 de março de 2020, o CFT cria o Termo de Responsabilidade Técnica – Solidário.

Tendo em vista o difícil acesso a produtos, equipamentos e insumos para o combate à propagação da COVID-19, assim como a urgência por ações locais e globais que fomentem a solidariedade, o CFT publicou a RESOLUÇÃO AD REFERENDUM nº 098, que institui o Termo de Responsabilidade Técnica – Solidário.

A resolução normatiza a isenção da taxa de registro para Termo de Responsabilidade Técnica com finalidade de prestação de serviço técnico de cunho solidário durante o estado de calamidade pública, emitido exclusivamente por técnicos industriais nas modalidades de Eletrônica, Eletrotécnica, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Mecânica, Automação Industrial e Refrigeração e Ar Condicionado.

Para emissão do Termo de Responsabilidade Técnica – Solidário previsto na Resolução, o serviço técnico deverá ser exclusivamente destinado a atendimento em unidades hospitalares de pessoa jurídica de direito público ou privado.

Na hipótese da emissão do TRT Solidário em desacordo com a resolução, o termo será anulado, inclusive a respectiva CAT, se houver, com aplicação de multa em 5 (cinco) vezes o valor previsto no art. 3º da Resolução nº 080 de 29 de outubro de 2019, observado o disposto no § 1º do art. 21, da Lei nº 13.639 de 26 de março de 2018 e na Resolução nº 045 de 22 de novembro de 2018.

Consulte a Resolução completa aqui.

Últimas notícias

Em prol do isolamento social, CFT empreende novas dinâmicas de trabalho

CFT apresenta panorama dos últimos 60 dias de trabalho e elenca ajustes empreendidos em prol da segurança no período de isolamento social Diante do quadro…
Ler mais...

CFT apresenta seu Sistema Gerenciador de Demandas

Novo sistema criado pelo CFT, que visa dinamizar atendimento e comunicação entre o Conselho e CRTs, já está em funcionamento nos 11 Conselhos Regionais Em…
Ler mais...

CFT realiza Sessão Plenária virtual

Como medida de combate ao novo coronavírus, o CFT promove Sessão Plenária nº 012 por videoconferência, onde Diretoria Executiva e Conselheiros Federais votaram resoluções virtualmente…
Ler mais...

CFT cria o TRT Solidário

  • 14 de abril de 2020

Na tônica de ações institucionais pelo impulsionamento da solidariedade, o CFT normatiza isenção da taxa de TRT para serviços técnicos solidários

Mediante estado de calamidade pública em razão da pandemia do Covid-19, reconhecido pelo Congresso Nacional por meio do Decreto Legislativo nº 6 de 20 de março de 2020, o CFT cria o Termo de Responsabilidade Técnica – Solidário.

Tendo em vista o difícil acesso a produtos, equipamentos e insumos para o combate à propagação da COVID-19, assim como a urgência por ações locais e globais que fomentem a solidariedade, o CFT publicou a RESOLUÇÃO AD REFERENDUM nº 098, que institui o Termo de Responsabilidade Técnica – Solidário.

A resolução normatiza a isenção da taxa de registro para Termo de Responsabilidade Técnica com finalidade de prestação de serviço técnico de cunho solidário durante o estado de calamidade pública, emitido exclusivamente por técnicos industriais nas modalidades de Eletrônica, Eletrotécnica, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Mecânica, Automação Industrial e Refrigeração e Ar Condicionado.

Para emissão do Termo de Responsabilidade Técnica – Solidário previsto na Resolução, o serviço técnico deverá ser exclusivamente destinado a atendimento em unidades hospitalares de pessoa jurídica de direito público ou privado.

Na hipótese da emissão do TRT Solidário em desacordo com a resolução, o termo será anulado, inclusive a respectiva CAT, se houver, com aplicação de multa em 5 (cinco) vezes o valor previsto no art. 3º da Resolução nº 080 de 29 de outubro de 2019, observado o disposto no § 1º do art. 21, da Lei nº 13.639 de 26 de março de 2018 e na Resolução nº 045 de 22 de novembro de 2018.

Consulte a Resolução completa aqui.