...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

Acordo de cooperação técnica é destaque no Fórum de Presidentes

Diretrizes da parceria firmada entre o Conselho Federal dos Técnicos industriais (CFT) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) fortalecem as prerrogativas dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) participou do encerramento da 29ª reunião do Fórum de Presidentes do Sistema CFT/CRTs. Nos trabalhos desta quarta-feira (13), coordenados pelo presidente do Conselho Federal dos Técnicos industriais (CFT), Solomar Rockembach, o procurador Gustavo Rizzo Ricardo, apresentou as diretrizes do acordo de cooperação ética firmado entre a instituição que zela pela ordem jurídica trabalhista e o conselho de classe que representa mais de 760 mil profissionais registrados em todo o Brasil.

O acordo firmado em 2023 estabelece intercâmbio de informações e reconhece a competência dos técnicos industriais na supervisão das atividades de estágio dos estudantes do ensino técnico. O documento confere às autarquias do Sistema CFT/CRTs, prerrogativas de fiscalizar o cumprimento dos requisitos estabelecidos pela Lei Federal nº11.788/2015 – que conceitua os parâmetros gerais das atividades de estágio – bem como as atribuições dos técnicos industriais estabelecidas pela Lei Federal nº5.524/1968, normatizadas por resoluções emitidas pelo próprio CFT.

Estágio educativo

O coordenador do Grupo de Trabalhos dos Estagiários elogiou a iniciativa do CFT em propor a parceria que protege as prerrogativas dos técnicos industriais e combate o desvirtuamento do estágio escolar. Gustavo Rizzo Ricardo reiterou que o estágio é ato educativo que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, técnico ou médio. O representante do Ministério Público do Trabalho reiterou que entre as obrigações do concedente está a indicação de profissional com formação ou experiência profissional na área de conhecimento desenvolvida no curso do estagiário.

Compromisso de gestão

Em sua manifestação o presidente do CFT ressaltou que o acordo de cooperação ética firmado com o MPT é “reforça o compromisso da nossa gestão com a valorização profissional e o ensino técnico de qualidade”. Solomar Rockembach destaca que as resoluções do CFT respaldam as atribuições, campos de atuação e prerrogativas dos técnicos nas respectivas áreas de formação.

No encerramento da programação os presidentes e dirigentes do Sistema CFT/CRTs, reforçaram o compromisso de ampliar a fiscalização sobre a supervisão de estágio, que deve ser exercida por profissionais registrados no respectivo conselho de classe.

A atividade que marcou o encerramento da reunião foi prestigiada por diretores, funcionários e estagiários do CRT-RJ.

Presenças
Solomar Rockembach – Presidente CFT
Gilberto Palmares – Gilberto Palmares – Presidente(anfitrião) CRT-RJ e coordenador adjunto do Fórum de Presidentes
Valmir Xavier Martins – Presidente CRT-ES
Nilson da Silva Rocha – Presidente CRT-MG
Luiz Antonio Castro dos Santos – Presidente CRT-RS
Gilberto Sakamoto – Presidente CRT-SP
Valdivino Alves de Carvalho – Diretor Administrativo CFT
Bernardino José Gomes – Diretor de Fiscalização e Normas CFT
Lúcio Ferreira Scheidt – Vice-presidente do CRT-04, representando o presidente Waldir Aparecido Rosa (coordenador do Fórum de Presidentes)
Olindino Cerqueira de Sousa – Vice-presidente CRT-RJ

 

Últimas notícias

Conquistas e desafios serão temas da 5ª Semana Nacional dos Técnicos Industriais

Comissão organizadora do evento promovido pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) prepara programação para evidenciar o protagonismo dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs no…
Ler mais...

Diretoria executiva valida procedimentos técnicos no ambiente profissional

A partir desta quarta-feira (17/07) o Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (Sinceti) habilita o registro de atividades nas modalidades de Mecânica, Meio…
Ler mais...

Ministério Público Federal acolhe representação do CFT

Procuradoria da República do Distrito Federal investiga possível ilegalidade de resoluções e usurpação do Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas (CFTA), sobre atribuições do Conselho Federal…
Ler mais...

Acordo de cooperação técnica é destaque no Fórum de Presidentes

Diretrizes da parceria firmada entre o Conselho Federal dos Técnicos industriais (CFT) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) fortalecem as prerrogativas dos profissionais registrados no Sistema CFT/CRTs.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) participou do encerramento da 29ª reunião do Fórum de Presidentes do Sistema CFT/CRTs. Nos trabalhos desta quarta-feira (13), coordenados pelo presidente do Conselho Federal dos Técnicos industriais (CFT), Solomar Rockembach, o procurador Gustavo Rizzo Ricardo, apresentou as diretrizes do acordo de cooperação ética firmado entre a instituição que zela pela ordem jurídica trabalhista e o conselho de classe que representa mais de 760 mil profissionais registrados em todo o Brasil.

O acordo firmado em 2023 estabelece intercâmbio de informações e reconhece a competência dos técnicos industriais na supervisão das atividades de estágio dos estudantes do ensino técnico. O documento confere às autarquias do Sistema CFT/CRTs, prerrogativas de fiscalizar o cumprimento dos requisitos estabelecidos pela Lei Federal nº11.788/2015 – que conceitua os parâmetros gerais das atividades de estágio – bem como as atribuições dos técnicos industriais estabelecidas pela Lei Federal nº5.524/1968, normatizadas por resoluções emitidas pelo próprio CFT.

Estágio educativo

O coordenador do Grupo de Trabalhos dos Estagiários elogiou a iniciativa do CFT em propor a parceria que protege as prerrogativas dos técnicos industriais e combate o desvirtuamento do estágio escolar. Gustavo Rizzo Ricardo reiterou que o estágio é ato educativo que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, técnico ou médio. O representante do Ministério Público do Trabalho reiterou que entre as obrigações do concedente está a indicação de profissional com formação ou experiência profissional na área de conhecimento desenvolvida no curso do estagiário.

Compromisso de gestão

Em sua manifestação o presidente do CFT ressaltou que o acordo de cooperação ética firmado com o MPT é “reforça o compromisso da nossa gestão com a valorização profissional e o ensino técnico de qualidade”. Solomar Rockembach destaca que as resoluções do CFT respaldam as atribuições, campos de atuação e prerrogativas dos técnicos nas respectivas áreas de formação.

No encerramento da programação os presidentes e dirigentes do Sistema CFT/CRTs, reforçaram o compromisso de ampliar a fiscalização sobre a supervisão de estágio, que deve ser exercida por profissionais registrados no respectivo conselho de classe.

A atividade que marcou o encerramento da reunião foi prestigiada por diretores, funcionários e estagiários do CRT-RJ.

Presenças
Solomar Rockembach – Presidente CFT
Gilberto Palmares – Gilberto Palmares – Presidente(anfitrião) CRT-RJ e coordenador adjunto do Fórum de Presidentes
Valmir Xavier Martins – Presidente CRT-ES
Nilson da Silva Rocha – Presidente CRT-MG
Luiz Antonio Castro dos Santos – Presidente CRT-RS
Gilberto Sakamoto – Presidente CRT-SP
Valdivino Alves de Carvalho – Diretor Administrativo CFT
Bernardino José Gomes – Diretor de Fiscalização e Normas CFT
Lúcio Ferreira Scheidt – Vice-presidente do CRT-04, representando o presidente Waldir Aparecido Rosa (coordenador do Fórum de Presidentes)
Olindino Cerqueira de Sousa – Vice-presidente CRT-RJ